Ensinamento em 15/09/2018

Um problema resolvido, cria um outro.- Sri Bhagavan

Ensinamento de apoio a contemplação de hoje!

OS 2 TIPOS DE PROBLEMA QUE VIVENCIAMOS.

“Existem 2 tipos de problemas:

1 – O problema REAL.

2 – O problema CRIADO.

O problema REAL pode ser resolvido, porém onde o problema foi CRIADO nunca pode ser resolvido.

Estes problemas transportam CARGAS com eles, carga positiva ou carga negativa.

A CARGA é o critério principal pelo qual o problema pode afetar um indivíduo.

Se a carga do problema é retirada, em seguida, o problema pode ser resolvido.”

– Sri Bhagavan
Trecho da transcrição do Darshan para Fiji (Japão)

NEM TODOS OS PROBLEMAS PODEM SER RESOLVIDOS

Querido Bhagavan, lendo as perguntas das pessoas, vejo que muitas acreditam que você faz qualquer coisa. Muitas acreditam que suas bênçãos mudam a situação. É realmente assim? Se a oração não funcionar, deve-se aceitar como sendo o melhor? Não seria um autoengano?

“Não é verdade que posso fazer qualquer coisa em qualquer situação para qualquer um, depende de tantos fatores, como suas FCD (DFI: Decisões Fundamentais na Infância), suas FCE (EFI: Experiências Fundamentais na Infância), suas vidas passadas, sua Programação).

Se são como pedras, a bênção, mais frequentemente, não funciona. Se não são pedras tão grandes, a bênção as ultrapassa; caso contrário, temos que trabalhar nos programas das DFI, EFI e então a bênção funcionará. “

O que é Dissolução?

Sri Bhagavan diz que a Graça vem de duas maneiras: na forma de Solução ou na forma de Dissolução.

A solução resolve completamente os problemas.

Suponhamos que uma moça tenha tentado engravidar por muitos anos e pede a Bhagavan para tal. No caso do Divino escolher dar a Solução, Ele simplesmente a abençoa.

Logo, ela dará a luz a um lindo bebê conforme pediu.

Suponhamos que Bhagavan decida, por muitas razões, que lhe daria a Dissolução; a moça não terá um filho.

Mas o Divino eliminará completamente a dor causada por não ter filhos e a conceder felicidade completa mesmo sem filhos.

Na dissolução, a senhora não mais sofrerá por não ter filhos e será completamente feliz, mesmo sem uma criança.

Seu desejo por uma criança pode ou não cessar, mas a dor causada pelo desejo de uma criança vai, definitivamente, cessar. Não haverá mais desejo.

Vocês sabem que o desejo sempre causa dor.

 

Facebook
Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.