A Visão da Oneness University

Transcrição

“Vocês têm universidades de medicina, universidades de engenharia; esta é a universidade para universidades.

Que é para torná-lo um verdadeiro ser humano. Aquelas universidades lhe dão conhecimento técnico, elas lhe dão especializações, mas elas nunca fazem de você um ser humano.

O que você deve ser. Todo ser humano tem que ser iluminado, todo ser humano tem que ser realizado em Deus.

Esta universidade existe para ajudá-lo a tornar-se realizado em Deus.

Mas neste processo, se você tiver problemas específicos, como depressão, ou se é insano ou tem outros problemas peculiares, nós estamos preparados para lidar com isto também.

Nossa esperança é que com o tempo muitas universidades assim possam surgir pelo mundo para prover as necessidades das pessoas em todo o mundo, para fazer de vocês seres humanos.

Nós temos programas para jovens aqui.

Por que?

Porque as escolas não focam em fazer das crianças seres humanos. Elas somente as preparam para qualificarem-se em alguns exames, para adquirirem algumas especializações e na verdade no processo elas destroem as crianças.

De outro modo o mundo não seria um lugar tão ruim. As escolas estão fazendo um trabalho ruim.

Como poderia ser tão ruim?

Nós não podemos arranjar escolas para todos, então o que fizemos é, crianças de outras escolas, de outras faculdades, podem vir aqui.

Nós removeremos os defeitos que as outras escolas colocaram nelas, e também lhes daremos habilidades que as escolas deveriam ter dado e não foi feito. E fazê-las florescer totalmente como seres humanos.

O florescimento total de um ser humano não é nada além do florescimento do coração.

A sociedade deve ser estruturada de forma que o coração de uma criança não definhe. Mas a forma como os pais concebem os filhos, os geram no útero, a maneira como eles nascem, os hospitais, e então a maneira como os criam, as escolas, as faculdades, a sociedade, tudo o que existe, está lá somente para matar a criança.

Por isto não há seres humanos.

Você pode usar a expressão “seres humanos”, mas não há seres humanos.

Havia um grande santo na cidade de Madras (Chennai) um século atrás, ele sentava em frente à sua casa e os seres humanos passavam, ele costumava dizer:

– “Lá vai um cão, lá vai uma raposa, lá vai um porco, lá vai um asno, a vida toda dele, só em uma ocasião ele disse:

– “Lá vai um homem”, e isto foi para Ramalinga Swami, que desapareceu na luz!

Só aquele homem era qualificado para ser chamado “homem” por ele. Todos os outros eram animais.

Por isto você vê, há barbárie no mundo, o quão bárbaros nós somos, o quão primitivos nós somos, nós nos dividimos em termos de raças, em termos de nações, cultos e o que mais, em termos de riqueza, todos os tipos de divisão, e continuamos lutando, em nome de Deus nós nos dividimos e continuamos lutando…

Você vê as guerras, quantas guerras nós lutamos, guerras tribais, guerras nacionais, guerras mundiais…só uma espécie que é completamente louca comporta-se da maneira que nós nos comportamos.

Como você pode matar brutalmente um ser humano e tirar suas coisas, e a tortura silenciosa que acontece nos lares, o homem irritando sua esposa, a esposa irritando o marido, todos explorando um ao outro, querendo dominar o outro, a esposa quer dominar o marido, ele quer domina-la, os filhos querem dominar seus pais, eles querem dominar seus filhos, empregado ou empregador, para todo lugar que você olhe o EU está em jogo…

o que é este inferno? Não há outro inferno…

Então a questão é, uma simples transformação, faça o coração florescer, e temos o Paraíso aqui. Haverá o Paraíso na Terra. Só então você é um ser humano, não de outro modo.

– Sri Bhagavan

Facebook
Facebooktwittergoogle_pluspinteresttumblrmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.